Apoios

 
 

Até logo!

A segunda edição do ENSOL chegou ao fim. Tudo termina bem quando acaba bem. Com um público de diversos locais do país, com 26 palestrantes em um total de 42 palestras e apresentações, todas de altíssimo nível. Contou até com a presença inédita de Jon "maddog" Hall dançando forró e tango no nosso Centro Histórico. Aguardamos todos ano que vem no III ENSOL/PB.

Como se faz dinheiro com o software livre

Palestra de maddog no ENSOL 2.0 aborda como as pessoas estão fazendo dinheiro com softwares licenciados sob GPL e onde elas estão falhando.

Reportagem da revista americana Wired diz que o último mês de janeiro foi frenético para o mundo do software livre quando o tema é dinheiro. Nestes 31 dias foram movimentados mais de um bilhão de dólares em aquisições de empresas relacionadas com este modelo, número similar ao visto em 2007 e o dobro de 2005. Mas como isso é possível se o software é gratuito?

Rodrigo Padula

Rodrigo Padula
Rodrigo Padula

Bacharel em Sistemas de Informação pela Faculdade Metodista Granbery, Mestrando em Engenharia de Sistemas e Computação, Linha de pesquisa de Banco de Dados pela COPPE/UFRJ onde realiza pesquisas nas áreas de Negociação, P2P, Navegação Colaborativa e Gestão do Conhecimento.

Caravanas

Para maiores informações sobre organização de caravanas, entre em contato através do e-mail: coordenacao EM ensol PONTO org PONTO br.

A taxa de inscrição para integrantes de caravanas tem 25% de desconto para todos os integrantes da lista enviada pelo coordenador da caravana, válido para todos os períodos de pagamento.

Guido Lemos

Guido Lemos
Guido Lemos

Possui graduação em Bacharelado Em Ciência da Computação pela Universidade Federal da Paraíba (1988), mestrado em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1991) e doutorado em Informática pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (1997).

Atualmente é Professor adjunto da Universidade Federal da Paraíba. Tem experiência na área de Ciência da Computação , com ênfase em Sistemas de Computação. Atuando principalmente nos seguintes temas: Apresentação de Documentos Multimídia, Composições Aninhadas, Documentos Hipermídia, Documentos Multimídia, Edição de Documentos Multimídia e Sincronismo Temporal.

Foi um dos coordenadores do desenvolvimento da especificação do middleware brasileiro, o Ginga, responsável pela interatividade na TV digital.

Atualmente, é o coordenador do LAViD, Laboratório de Aplicações de Vídeo Digital, na UFPB.

Paulino Michelazzo

Paulino Michelazzo
Paulino Michelazzo

Paulino Michelazzo, 36 anos, é web developer e escritor técnico. Trabalha na área de tecnologia desde 89, desenvolvendo aplicações cliente-servidor e depois para Internet em várias linguagens, tais como PHP, ASP, Cold Fusion, JSP, CGI, etc.

É atuante na comunidade de software livre desde 2000 principalmente traduzindo aplicativos para o idioma português e como membro de vários projetos de software livre como PHP Planet, ELKS e Bugzilla-BR. Prestou serviços para as maiores companhias de software proprietário mundiais, tais como Microsoft, Oracle, IBM e Macromedia, todas elas na área de treinamento e desenvolvimento de material técnico.

Foi membro da diretoria da Mambo Foundation na gestão 2006/07, sendo o único latino-americano até hoje a galgar tal posição. Já palestrou nos maiores eventos de Software Livre nacionais e internacionais tais como FISL (2002 a 2004), III Congreso Internacional de Software Libre, Medellin – Colombia, Guadec 2004, IV Jornadas Regionales de Software Libre, Montevideo – Uruguay, I, II e III Encontros de Software Livre do Amazonas, I, II e III Congressos Catarinense de Software Livre, I LacFree, Cusco – Peru, V Congreso Internacional de Software Libre, Cochabamba - Bolivia, II e III Jornadas de Tecnologia, Senac/GO e outros.

Depois e um ano trabalhando como System Develop Specialist na ONU - Organização das Nações Unidas em Timor-Leste, onde era responsável pelo desenvolvimento de aplicações para o Ministério da Justiça deste país, retornou ao Brasil onde presta serviços de desenvolvimento web e uso de ferramentas de gerenciamento de conteúdo. Também é autor de vários artigos na imprensa mundial e co-autor do livro Software Livre e Inclusão Digital, editado em São Paulo.

Prazos de valores de inscrição extendidos

A tabela dos valores de inscrição e prazos foi modificada. Na nova, extendemos os prazos dos menores valores, com a inscrição ficando por R$ 40 para estudante e R$ 80 para profissional até o dia 01/05, e R$ 50/R$ 100 após esta data. Por isso, não deixe para a última hora. Aproveite!
Para se inscrever, vá em http://www.ensol.org.br/2008/node/14 e, para emitir o boleto, siga o link Minha página inicial.

Emissão de boletos liberada

A emissão dos boletos foi liberada. Para fazê-lo, se cadastre em http://www.ensol.org.br/2008/node/14, vá em http://www.ensol.org.br/2008/inscricoes e siga o link para emissão de boleto.

Sulamita Garcia

Sulamita Garcia

Sulamita Garcia

Estratégista Open Source para América Latina da Intel. Ela é responsável por criar e manter estratégias na região que levem em conta todos os aspectos do movimento Open Source, incluindo elementos chave como comunidade, governos, padrões e distribuições comerciais. Possui duas das mais importantes certificações Linux, a LPI nível 2 e a RHCE. Depois de vários anos a frente do Linuxchix Brasil, foi eleita co-coordenadora do projeto Linuxchix Internacional. Possui larga experiência em integração de ambientes Linux, segurança e desenvolvimento, e é autora de diversos artigos técnicos sobre alta disponibilidade, balanceamento de carga e Slackware, entre outros.

Grupos de Usuários

Nesta edição, o II Encontro de Software Livre da Paraíba irá ceder espaços gratuitamente para que grupos de usuários das mais diversas linguagens, tecnologias, sistemas operacionais e outras correntes tecnológicas (ou nem tanto) relacionadas ao Software Livre possam ter um ponto de encontro, mostrar seu trabalho e trocar experiências com outros grupos, pessoas e instituições, visando promover uma maior integração entre todos que estão ligados ao Software Livre.

Saiba Mais
O que é um Grupo de Usuário?

Os Grupos de Usuários são fundamentais para trocar experiências e dividir informações através do trabalho colaborativo desenvolvido por seus membros. Por isto, exercem um papel muito importante na disseminação do conhecimento.

Atividades
Entre as atividades dos GUs estão reuniões que proporcionam a interação do grupo e a troca de informações; discussão em lista, através dos e-mails e fóruns; e web, através do site, que é uma referência e contem as informações atualizadas.

Como participar do ENSOL/PB 2.0?
As inscrições podem ser efetuadas usando o formulário de contato, e devem conter as seguintes informações:

Nome do grupo de usuários.
Informações sobre os componentes do GU (até 3 pessoas):

nome
e-mail
telefone
Descrição e objetivos do GU
Logo do GU em anexo
Cidade, País
URL da página do GU

- Critérios de avaliação:
O grupo deve ter 3 representantes no evento; ter disponibilidade e responsabilidade pelo espaço durantes o três dias do ENSOL; ter contribuições para a comunidade; e possuir site e lista de discussão com informações sobre o grupo para divulgação.

Page 1>>